terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Feliz ano novo!


Primeiramente, boa noite. Nunca sei exatamente como começar um texto, ainda mais um desses, de ano novo. Poderia começar com “2014 já está no fim...” mas seria clichê demais. Então, foi assim mesmo.
Se eu tivesse que descrever esse ano em uma palavra seria instabilidade. Nesse ano, muitas coisas aconteceram. Passei por coisas que jamais esperava. Por momentos de tensão, de provação. Nesses tempos, só tive uma alternativa: ser forte. E tentar passar minha fortaleza para os outros.
Descobri que, apesar de tudo desse ano, consegui manter o equilíbrio emocional. Consegui manter os pés no chão e pensar, enquanto tudo em minha volta estava uma bagunça. Consegui erguer a cabeça e seguir em frente, enquanto tudo estava desabando. Consegui acreditar que haveria uma luz, enquanto tudo estava escuro. Eu consegui. Nós conseguimos.
Nesse ano, tive que fazer várias escolhas, e creio que elas abrem novas portas para o futuro. Portanto, fique ciente que as suas atitudes do passado fizeram você chegar até aqui, mas suas escolhas do presente podem fazer você ir mais longe.
Aliás, falando nisso, nós temos a péssima mania de ficar remoendo o passado. Fez coisa errada? Pode ficar triste, mas lembre que arrependimento não faz voltar no tempo. Então, esqueça as coisas ruins do passado e mentalize coisas boas para 2015. Há um ano inteiro pela frente, e esqueça seus erros. Você não precisa consertá-los, apenas pense antes de cometê-los de novo.
Nesse novo ano, sonhe mais. Ria mais, seja feliz, e contagie todos com isso. Chore, grite, se emocione. Emoções são muito valiosas para ficarem guardadas. Pense, analise, e aja. Nada acontece sem atitudes. E, uma das coisas principais: liberte-se. Das pessoas que não te fazem bem, das más lembranças, do rancor, dos erros, enfim, de tudo que não soma em nada para você. Depois que tirar as coisas ruins da sua vida, vai se sentir livre. Livre para perdoar, para amar, para ser feliz.
Todos nós aqui temos objetivos, mas um dos principais é ser feliz. E, para isso, faça o bem. Não estou dizendo para doar dinheiro e bens materiais, apesar de que isso ajude, mas não completa. Estou falando de dar amor, carinho. Nenhuma pessoa é completa sem amor, seja por ela mesma, seja pela família ou em um relacionamento . Portanto, abrace mais. Demonstre mais. Dê mais carinho, mais atenção. Faça as pessoas felizes do seu jeito. Pois, a verdadeira felicidade não está em nós, e sim nos outros. Isso é o que nos completa, o que nos mostra o caminho certo. Tudo fica melhor quando existe amor e harmonia.

Para finalizar, lembre que a solidariedade leva ao amor. O amor leva a felicidade. E a felicidade... Bom, ela leva a vários lugares, desde que você permita que ela entre em sua vida, invada seu coração e a deixe levar. 


Feliz ano novo!!! 


Posted by: Lau